Historial de alterações ao objetivo dos fundos

Os fundos que sofreram alterações ao respetivo objetivo nos últimos dez anos podem ser encontrados no quadro abaixo.

 Fundo  Evento  Data  Objetivo anterior
Asian Fund Alteração do objetivo e alteração do nome de M&G South East Asia Fund 24 de março de 2006 O único objetivo do Fundo é o aumento do capital a longo prazo. Investe integralmente ou predominantemente num leque alargado de títulos do Sudeste Asiático (incluindo a Australásia). Quando não é integralmente investido da forma acima referida, o Fundo pode igualmente investir noutras empresas cotadas em bolsa ou que fazem negócios nesta área. No entanto, o Fundo não investe em títulos japoneses. Aquando da seleção dos investimentos, o rendimento não é um valor tido em consideração.
Corporate Bond Fund Alteração ao objetivo 1 de setembro de 2008 O Fundo investe em títulos de taxa fixa e variável denominados em libras esterlinas, incluindo obrigações e títulos emitidos por empresas, com o objetivo de conseguir um maior retorno do investimento do que aquele que seria possível com títulos de taxa fixa do governo do Reino Unido (ou seja, obrigações do Estado) com prazos semelhantes. Contudo, o Fundo pode deter obrigações do Estado nos casos que considere adequados. O gestor do investimento tem o poder de utilizar futuros negociados num mercado de derivados elegível (que é atualmente a London International Financial Futures and Options Exchange) para fins de cobertura do valor capital do Fundo contra os riscos de momentos adversos nas taxas de juro de longo prazo. Mais de 35% do valor da propriedade do Fundo podem ser investidos em títulos do Governo ou outros títulos públicos emitidos por, ou com o aval de, qualquer uma das entidades seguintes:

- Governo do Reino Unido ou de outro Estado-Membro* que não o Reino Unido;

- Governo da Austrália, do Canadá, do Japão, da Nova Zelândia, da Suíça, dos E.U.A.;

- Banco Africano de Desenvolvimento, Banco Asiático de Desenvolvimento, Eurofima, Comunidade Económica Europeia, Banco Europeu de Reconstrução e Desenvolvimento, Comunidade Europeia do Carvão e do Aço, Banco Europeu de Investimento, Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento, Sociedade Financeira Internacional.

* Estado-Membro: países que são membros da União Europeia ou do Espaço Económico Europeu em determinada altura.
Emerging Markets Bond Fund Alteração ao objetivo 1 de setembro de 2008 O Fundo visa maximizar o retorno total, principalmente através do investimento em obrigações emitidas por países de mercados emergentes* e respetivas agências, embora o Fundo também possa ter uma parte da sua carteira constituída por outros instrumentos de dívida. Não há quaisquer restrições quanto à divisa em que podem ser emitidas as obrigações que façam parte da carteira, pelo que o Fundo pode incorrer num risco cambial maior do que o habitual, risco esse que, normalmente, não será coberto.
Mais de 35% do valor da propriedade do Fundo podem ser investidos em títulos do Governo ou outros títulos públicos emitidos por, ou com o aval de, qualquer uma das entidades seguintes:

- Governo do Reino Unido ou de outro Estado-Membro** que não o Reino Unido;

- Governo da Austrália, do Canadá, do Japão, da Nova Zelândia, da Suíça, dos E.U.A.;

- Banco Africano de Desenvolvimento, Banco Asiático de Desenvolvimento, Eurofima, Comunidade Económica Europeia, Banco Europeu de Reconstrução e Desenvolvimento, Comunidade Europeia do Carvão e do Aço, Banco Europeu de Investimento, Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento, Sociedade Financeira Internacional.

*Atualmente, o Administrador da Sociedade Autorizada considera os países que se seguem como países de mercados emergentes: África do Sul, Argentina, Brasil, Bulgária, Catar, Chile, China, Colômbia, Coreia, Costa do Marfim, Croácia, Egito, Equador, Eslováquia, Filipinas, Grécia, Hungria, Indonésia, Jordânia, Líbano, Malásia, Marrocos, México, Nigéria, Panamá, Paquistão, Peru, Polónia, Roménia, Rússia, Salvador, Tailândia, Turquia, Ucrânia, Uruguai, Venezuela.
European Corporate Bond Fund Alteração ao objetivo 1 de setembro de 2008 O Fundo investe principalmente em obrigações emitidas por empresas "investment grade" denominadas em qualquer divisa europeia, bem como em obrigações emitidas por empresas de elevado rendimento denominadas em divisa europeia e em títulos do Governo e outros títulos públicos. O Fundo visa maximizar o retorno total (combinação entre rendimento e aumento do capital), originando, ao mesmo tempo, um nível mais elevado de rendimento do que o obtido a partir de obrigações do Governo europeias com prazos semelhantes.
European High Yield Bond Fund Alteração ao objetivo 1 de setembro de 2008 O Fundo visa maximizar o retorno total, proporcionando aos investidores, em simultâneo, um nível elevado de rendimento, embora este possa variar. A carteira pode ser composta por obrigações denominadas em qualquer divisa europeia. O Fundo pode investir em obrigações emitidas por empresas, bem como em títulos do Governo e outros títulos públicos. Embora o gestor de investimentos tenha o poder de cobrir o risco cambial para investidores do Reino Unido, normalmente o Fundo será gerido de forma a dar aos investidores exposição às divisas europeias. Mais de 35% do valor da propriedade do Fundo podem ser investidos em títulos do Governo ou outros títulos públicos emitidos por, ou com o aval de, qualquer uma das entidades seguintes:

- Governo do Reino Unido ou de outro Estado-Membro* que não o Reino Unido;

- Governo da Austrália, do Canadá, do Japão, da Nova Zelândia, da Suíça, dos E.U.A.;

- Banco Africano de Desenvolvimento, Banco Asiático de Desenvolvimento, Eurofima, Comunidade Económica Europeia, Banco Europeu de Reconstrução e Desenvolvimento, Comunidade Europeia do Carvão e do Aço, Banco Europeu de Investimento, Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento, Sociedade Financeira Internacional.

* Estado-Membro: países que são membros da União Europeia ou do Espaço Económico Europeu em determinada altura.
European Select Fund
Alteração do objetivo e alteração do nome de European Fund 6 de novembro de 2015
 O principal objetivo do Fundo é o crescimento do capital no longo prazo. Investe integral ou predominantemente numa carteira diversificada de títulos de emitentes europeus (excluindo o Reino Unido). Quando não investe integralmente da forma acima referida, o Fundo pode igualmente investir em empresas que estão cotadas ou registadas fora da Europa, mas que fazem negócios no continente europeu. Aquando da seleção dos investimentos, o rendimento é um critério secundário.
Global Growth Fund Alteração do objetivo e alteração do nome de International Growth Fund 19 de setembro de 2008 O Fundo investe num vasto leque de ações de vários países (excluindo o Reino Unido) com o único objetivo de aumento do capital. A divisão geográfica da carteira varia em função das condições de mercado.
Global Government Bond Fund Alteração do objetivo e alteração do nome de International Sovereign Bond Fund  4 de julho de 2014
 O Fundo tem por objetivo a maximização do retorno total (a combinação de rendimento e crescimento do capital) através do investimento numa carteira de instrumentos de dívida de qualidade “investment grade”.
Global Government Bond Fund
(anteriormente International Sovereign Bond Fund)
Alteração ao objetivo 1 de setembro de 2008 O Fundo visa maximizar o retorno total através do investimento numa carteira de títulos de taxa fixa de classificação elevada (incluindo títulos de taxa flutuante) denominados noutras divisas que não a libra esterlina. A carteira será essencialmente composta por títulos de dívida soberana denominados nas divisas dos principais países industrializados, com a exceção do Reino Unido. Embora o gestor de investimentos tenha o poder de cobrir o risco cambial para investidores do Reino Unido, normalmente o Fundo será gerido de forma a dar exposição às divisas diferentes da libra esterlina.
Mais de 35% do valor da propriedade do Fundo podem ser investidos em títulos do Governo ou outros títulos públicos emitidos por, ou com o aval de, qualquer uma das entidades seguintes:

- Governo do Reino Unido ou de outro Estado-Membro que não o Reino Unido;

- Governo da Austrália, do Canadá, do Japão, da Nova Zelândia, da Suíça, dos E.U.A.;

- Banco Africano de Desenvolvimento, Banco Asiático de Desenvolvimento, Eurofima, Comunidade Económica Europeia, Banco Europeu de Reconstrução e Desenvolvimento, Comunidade Europeia do Carvão e do Aço, Banco Europeu de Investimento, Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento, Sociedade Financeira Internacional.
Global High Yield Bond Fund
(anteriormente High Yield Corporate Bond Fund)
Alteração ao objetivo

Nota - houve uma alteração ao nome do fundo em 8 de agosto de 2014. Nesta data, não houve alterações ao objetivo.
1 de setembro de 2008 O Fundo investe predominantemente em títulos de taxa fixa e variável com maior rendimento, incluindo obrigações e títulos emitidos por empresas. O Fundo visa maximizar o retorno total, originando, ao mesmo tempo, um nível mais elevado de rendimento. Para além de títulos denominados em libras esterlinas, a carteira pode incluir obrigações do Estado e títulos denominados noutras divisas europeias, em dólares norte-americanos ou em ienes, caso os gestores de investimentos considerem tratar-se de investimentos adequados. A natureza com base na libra esterlina do grupo de investidores será tida sempre em consideração. O gestor do investimento tem o poder de utilizar futuros negociados em mercados de derivados elegíveis (que é atualmente a London International Financial Futures and Options Exchange) para fins de cobertura do valor capital do Fundo contra os riscos de momentos adversos nas taxas de juro de longo prazo. Eventuais exposições a riscos cambiais no Fundo podem ser geridas através de coberturas cambiais Forward em libra esterlina.
Global Macro Bond Fund Alteração ao objetivo e ao nome de M&G Global Managed Bond Fund. 16 de janeiro de 2007 O Fundo é um fundo de fundos ativamente gerido que investe no vasto leque de programas de investimento coletivo autorizados de taxa fixa da M&G. O Fundo visa maximizar o retorno total (combinação entre rendimento e aumento do capital) proporcionando, ao mesmo tempo, um nível significativo de rendimento, embora este possa variar.
Global Select Fund
Alteração ao objetivo e alteração ao nome do fundo de Global Growth Fund 6 de novembro de 2015  O Fundo investirá à escala global (incluindo o Reino Unido) em ações de empresas de um leque alargado de geografias, setores e capitalizações de mercado. Aquando da seleção dos investimentos, o rendimento é um critério secundário em termos de crescimento do capital.
North American Dividend Fund Alteração ao objetivo e alteração ao nome do fundo de American Fund 28 de abril de 2015 O objetivo do Fundo é o aumento do capital a longo prazo através do investimento integralmente ou principalmente em títulos de emissores norte-americanos (incluindo canadianos). Quando não é integralmente investido da forma acima referida, pode apenas investir em empresas cotadas em bolsa, registadas ou que fazem negócios na América do Norte.
North American Dividend Fund Alteração ao objetivo
(American Fund)
24 de março de 2006 O único objetivo do Fundo é o aumento do capital a longo prazo a partir de uma carteira bem variada de investimentos na América do Norte, predominantemente em empresas de maiores dimensões. Também pode investir no Canadá e noutras empresas que estejam cotadas em bolsa, registadas ou que façam negócios na América do Norte. Aquando da seleção dos investimentos, o rendimento não é um valor tido em consideração.
Pan European Select Fund
Alteração ao objetivo e alteração ao nome do fundo de Pan European Fund 6 de novembro de 2015   O Fundo investe integral ou principalmente em empresas europeias (incluindo o Reino Unido). O Fundo pode igualmente investir em empresas fora da Europa, mas apenas se a maior parte do rendimento destas empresas provier da sua atividade na Europa. O objetivo consiste em maximizar o retorno total a longo prazo (a combinação de rendimento e crescimento do capital).
Short Dated Corporate Bond Fund (anteriormente High Interest Fund) Alteração ao objetivo 1 de setembro de 2008 Concebido para proporcionar rendimento com estabilidade de capital ao investir em títulos de taxa fixa que se adequem às finalidades do Programa. Podem incluir (entre outros) obrigações de taxa variável, obrigações do Estado, Títulos do Tesouro e outros instrumentos negociados no London Discount Market. Mais de 35% do valor da propriedade do Fundo poderão ser investidos em títulos do Governo e outros títulos públicos emitidos pelo Governo do Reino Unido (incluindo a Administração Escocesa, o Comité Executivo da Assembleia da Irlanda do Norte e a Assembleia Nacional do País de Gales). O gestor de investimentos cobrirá a propriedade do Programa contra flutuações no preço nas situações e na medida em que considerar adequado, tendo em vista alcançar a estabilidade do capital. Ao entrar em cobertura, é provável que as transações sejam feitas por intermédio de futuros e opções negociados, embora também seja possível recorrer a transações fora da Bolsa.
UK Select Fund
Alteração ao objetivo e alteração ao nome do fundo de UK Growth Fund  6 de novembro de 2015 
O Fundo investe principalmente em ações de empresas do Reino Unido com elevado potencial de crescimento, tendo como único objetivo o crescimento do capital. O Fundo pode em qualquer momento concentrar as suas participações num número limitado de ações. O rendimento não é um fator tido em consideração.