Uma perspetiva mais otimista para os mercados emergentes

29/05/2019

Há muitos desenvolvimentos interessantes em curso nos atuais mercados emergentes, que vão desde o crescimento do consumismo às infraestruturas. O desafio para os investidores no mercado de ações é capturar estas tendências de forma lucrativa. Estamos convictos de que isso pode ser feito procurando empresas que são bem geridas e que procuram proporcionar retornos a todos os seus acionistas. Entendemos que existe uma ligação forte entre o desempenho operacional da empresa e o preço das respetivas ações. Portanto, o investimento bem sucedido no mercado de ações depende mais das empresas individuais do que das riquezas económicas do país.

Queira por favor consultar o glossário para uma explicação sobre os termos de investimento utilizados ao longo desta secção.

De forma encorajadora, a qualidade das empresas no universo dos mercados emergentes tem feito progressos constantes – as sociedades tornam-se cada vez mais inovadores e começam a competir a nível global, e os níveis de governância estão a melhorar. Estamos convictos de que mediante a aplicação de uma abordagem disciplinada de seleção das ações, muito atenta aos fundamentos das empresas, os investidores podem encontrar investimentos atrativos em todos os mercados emergentes.

Na ponderação das oportunidades e dos riscos nos mercados de obrigações emergentes, estamos convictos de que é essencial para um investimento de sucesso adotar uma abordagem flexível e globalmente diversificada. (As obrigações são empréstimos que são concedidos por um investidor a uma entidade emissora – como uma empresa ou um Governo – em contrapartida de pagamentos de juros regulares. As obrigações emitidas por empresas são denominadas «obrigações de empresas», e as emitidas por Governos são chamadas «obrigações governamentais».)

Através de uma tal estratégia, consideramos que é importante ter a liberdade de deter obrigações e moedas que oferecem o melhor valor relativo e evitar países ou setores cuja perspetiva seja desfavorável.

Por sua vez, um fator importante quando se procura maximizar os retornos, é a determinaçao da alocação certa entre emissões governamentais e de empresas denominadas em moedas locais dos mercados emergentes e em moedas fortes como o dólar dos EUA e o euro.

A nosso ver, embora se possa encontrar valores nas obrigações governamentais em moedas fortes ou em moeda local, a margem de manobra para investir na dívida de empresa dos mercados emergentes proporciona um vasto conjunto de oportunidades com um perfil atrativo em termos de risco e de retorno.

Com efeito, a área das obrigações de empresas dos mercados emergentes tem sido, ao longo da última década, um segmento de crescimento especialmente rápido do universo do rendimento fixo, e oferece agora opções de investimento extremamente diversificadas em todas as geografias, setores de atividade e qualidades de crédito dos emitentes.

Tenha em conta que o investimento em mercados emergentes envolve um maior risco de perda devido aos riscos políticos, fiscais, económicos, cambiais, de liquidez e regulamentares mais elevados, entre outros fatores. Pode haver dificuldades na compra, venda, proteção ou valoração de investimentos nesses países.

O valor dos ativos do fundo pode diminuir e aumentar, o que fará com que o valor do seu investimento diminua e aumente, e poderá receber menos do que inicialmente investiu. Não nos é possível dar conselhos financeiros. As opiniões expressas neste documento não devem ser consideradas como sendo uma recomendação, conselho ou previsão.

Esta informação não é uma oferta nem uma solicitação de uma oferta para a aquisição de um investimento em acções em nenhum dos Fundos aqui referidos. As Aquisições de um Fundo deverão ter por base o Prospecto actual. O Acto de Constituição, Prospecto, Informações Fundamentais destinadas aos Investidores, Relatório de Investimento e Demonstrações Financeiras, estão disponíveis gratuitamente na M&G International Investments S.A. Antes de subscreverem títulos, os investidores devem ler o Prospeto, que inclui uma descrição dos riscos de investimento relativos a estes fundos. Esta divulgação financeira é publicada pela M&G International Investments S.A. Sede: 16, boulevard Royal, L 2449, Luxembourg. A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, (a “CMVM”) recebeu a notificação do passaporte, nos termos da Directiva 2009/65/CE do Parlamento Europeu e do Conselho e do Regulamento da Comissão (EU) 584/2010, permitindo que o fundo seja distribuído ao público em Portugal.