Abordagem de Investimento Multi-Ativos

Na M&G, a nossa equipa multi-ativos tem vindo a aplicar esta filosofia e processo de investimento únicos desde há mais de 15 anos.

No cerne da sua abordagem há a convicção de que os investidores frequentemente fazem julgamentos com base em impulsos emocionais, como por exemplo medo ou ganância, o que pode conduzir à tomada de decisões irracionais. Quando este comportamento é repetido à escala dos mercados financeiros, os ativos podem ficar com um valor errado. A equipa considera que, quando os ativos ficam com um preço demasiado baixo, ou demasiado alto, tal pode criar oportunidades convincentes para os investidores a longo prazo.

O valor dos investimentos, assim como o rendimento dos mesmos, aumentará e diminuirá, o que provocará a queda ou a subida da cotação do fundo, assim como de qualquer rendimento pago pelo fundo.

  • Quadro de avaliação
  • Afetação dinâmica de ativos
  • Diversificação
 
 
 
281806 Allocation Hub Charts POR Apr 2018_03

O desempenho no passado não é indicativo do desempenho no futuro.

Fonte: M&G, 2018, para fins meramente ilustrativos. As colunas verdes mostram o rendimento esperado ou o retorno real de cada tipo de ativo. A banda de neutralidade cinzenta é o nível a que os gestores dos fundos consideram que o retorno real reflete de forma ‘justa’ o valor subjacente do ativo. Note-se que este gráfico representa apenas o ponto de partida para o processo de investimento da equipa e as perspetivas de finanças comportamentais são cruciais para a sua interpretação. A M&G não tem opiniões preconcebidas.

A definição de quais os ativos que parecem ter um preço apelativo ou não apelativo é o pilar fundamental do processo de investimento. A equipa faz uma avaliação do ‘valor justo’ para uma gama alargada de ativos olhando para os rendimentos esperados no longo prazo. Esta ‘neutralidade’ é então comparada com o retorno real destes ativos, o rendimento previsto após ajustado à inflação.

No caso de o retorno real de um ativo estar acima ou abaixo da neutralidade devido a um comportamento emotivo do mercado, tal poderá criar uma oportunidade de investimento.

 
 
 
281806 Allocation Hub Charts POR Apr 2018_02

Fonte: M&G, Datastream, 31 de dezembro de 2017

O desempenho no passado não é indicativo do desempenho no futuro.

A Equipa Multi-Ativos da M&G tem uma abordagem de investimento flexível e pode adaptar-se rapidamente e com êxito a ambientes dinâmicos.

A afetação dinâmica de ativos é conseguida através da identificação e exploração de oportunidades criadas no decurso de ‘episódios’, quando o comportamento humano leva os mercados a agirem de forma estranha e imprevisível.

 
 
 
281806 Allocation Hub Charts POR Apr 2018_01

Todos os fundos da gama M&G Allocation são geridos ativamente para explorar oportunidades em todo o universo de investimento global.

Através do investimento numa gama de categorias de ativos e setores, uma abordagem diversificada distribui o risco. Uma vez que tipos diferentes de ativos podem ter um comportamento diferente em condições diferentes, tal pode também ajudar a suavizar a trajetória global dos rendimentos dos investidores.

Top

Filosofia dos episódios

Os ‘episódios’ quando os preços dos ativos sofrem variações devido a emoções dos investidores são, geralmente, temporários, podendo por isso criar oportunidades de ajustamento da afetação estratégica ou de implementação tática de ideias de mais curto prazo. As características comuns dos ‘episódios’ incluem:
Investidores focados exclusivamente numa só história
Variação rápida da cotação, subida ou descida
Variação da cotação inconsistente com fatores fundamentais
Top
  • Brexit

    Layer 4
  • Eleições nos EUA
    Layer 5
  • Fraqueza do peso mexicano
    Layer 6
Expectativa do mercado O sentimento dos mercados esteve muito negativo na primeira metade de 2016, tendo de seguida sido agravado pelo brexit.
A nossa reação Acrescentámos ações da banca e asiáticas, pois considerámos que o mercado estava a subvalorizar de forma significativa estes ativos devido a sinais robustos de retoma mundial.
Resultado Esta decisão conduziu a ganhos para os fundos, pois as ações recuperaram na segunda metade de 2016.
Expectativa do mercado A eleição de Donald Trump para a Presidência dos EUA foi inesperada e provocou bastante incerteza nos mercados.
A nossa reação Mantivemos o nosso posicionamento em ações e aumentámos a nossa afetação a obrigações do Estado de mercados emergentes antes da eleição, considerando que este ‘ruído’ político não afetava os dados fundamentais da economia.
Resultado Isto significou que os fundos estavam bem posicionados para o período sustentado de crescimento económico que se desenvolveu a partir do final de 2016.
Expectativa do mercado As expectativas de risco político e a venda em pânico de títulos afetaram o preço da divisa mexicana no final de 2016.
A nossa reação Identificámos a variação cambial como sendo um ‘mini-episódio’, ou seja, esperávamos que o valor do peso voltasse a subir quando os receios abrandassem. Assim sendo, aumentámos a exposição à divisa nos fundos Dynamic Allocation e Prudent Allocation em janeiro de 2017.
Resultado Este investimento foi altamente bem-sucedido; em março de 2017, o valor do peso aumentou relativamente ao dólar em quase 6%.

Gama M&G Allocation

Uma seleção de três fundos adequados a diferentes necessidades dos investidores

M&G (Lux) Conservative Allocation Fund
Abordagem relativamente prudente
10% 20% 70% COAL
Alocação de ativos ponderada no sentido do rendimento fixo
M&G (Lux) Dynamic Allocation Fund
Carteira diversificada multi-ativos
10% 40% 50% DNA
Capacidade de alocação flexível entre rendimento fixo e ações
M&G (Lux) Income Allocation Fund
Focalização no aumento do rendimento
10% 30% 60% INAL
Posições neutras:
Ação
Rendimento fixo: excluindo caixa e equivalentes de caixa
Outros: sobretudo títulos relacionados com imobiliário, títulos convertíveis e ativos de infraestruturas para os Fundos M&G (Lux) Conservative Allocation e M&G (Lux) Dynamic Allocation; sobretudo títulos convertíveis para o Fundo M&G (Lux) Income Allocation.

Os gráficos circulares mostram as posições neutras dos fundos se todos os ativos estivessem a negociar ao seu ‘preço justo’. Isto pode considerar-se uma afetação estratégica de ativos. Num mundo ideal, em que todos os ativos estivessem a negociar ao seu ‘valor justo’, então a neutralidade seria a forma como um fundo estava posicionado, considerando a sua estratégia e perfil de risco. No entanto, os ativos raramente são negociados pelo seu justo valor, pelo que a afetação concreta de cada fundo pode não corresponder à posição neutra.

Os ativos de rendimento fixo são geralmente considerados investimentos mais estáveis do que as ações, relativamente às quais pode haver uma perceção de retornos com um grau de risco maior por poderem ser menos previsíveis.

O fundo permite a utilização alargada de derivados.

Os Fundos M&G (Lux) Dynamic Allocation, M&G (Lux) Conservative Allocation e M&G (Lux) Income Allocation, da SICAV do Luxemburgo foram lançados em 16 de janeiro de 2018. Em 16 de março de 2018, os Fundos M&G Dynamic Allocation, M&G Prudent Allocation e M&G Income Allocation (OEIC autónomo autorizado do Reino Unido) fundiram-se com os respetivos fundos da SICAV. Os fundos da SICAV são geridos pelos mesmos gestores de fundo, aplicando-se a mesma estratégia de investimento dos respetivos fundos OEIC.

Top